Polissonografia

Polissonografia de noite inteira

A polissonografia de noite inteira é o principal exame complementar para avaliação dos distúrbios do sono. Enquanto o indivíduo dorme, são monitorados: as fases do sono, os despertares, o ronco, a respiração, o ritmo cardíaco, as taxas sanguíneas de oxigênio e os movimentos corporais.

Em geral, o paciente precisa dormir uma noite na clínica, em um quarto confortável, monitorado por sensores e por câmera de vídeo, enquanto um técnico treinado acompanha os parâmetros através de um monitor.

O exame é muito seguro e indolor, pois não requer uso de medicamentos específicos, agulhas ou emissão de radiação.

É indispensável para o diagnóstico de condições como os distúrbios respiratórios do sono, a narcolepsia e o transtorno comportamental do sono REM, sendo também útil na avaliação de várias outras condições como insônia, bruxismo e sonambulismo.

Na Sonoclin, os quartos e os banheiros são individuais e planejados para oferecer o máximo conforto possível para o seu sono. Clique aqui para saber mais sobre a nossa estrutura!

Em algumas situações específicas, a Sonoclin pode realizar o exame em ambiente domiciliar ou, em caso de paciente internados, em ambiente hospitalar.

Se você já marcou sua polissonografia, clique aqui para baixar as recomendações fundamentais para que seu exame tenha boa qualidade técnica.

Polissonografia para Titulação de Pressão Positiva (CPAP, BIPAP).

Polissonografia realizada nos casos em que foi indicado tratamento com pressão positiva (CPAP ou BiPAP) após uma polissonografia de noite inteira ter demonstrado a presença de Apneia Obstrutiva do Sono ou de outros transtornos respiratórios do sono.

É semelhante à polissonografia de noite inteira com a diferença de ser realizado com o aparelho de CPAP ou de BiPAP com a finalidade de definir os melhores parâmetros de tratamento como o nível de pressão positiva e o tipo de máscara a ser utilizado.

Polissonografia com EEG extendido

Semelhante à polissonografia de noite inteira com a diferença de avaliar mais detalhadamente a atividade elétrica cerebral. Por isso é indicada principalmente em pessoas que apresentam comportamento anormal durante o sono e pessoas com epilepsia.